Erros de Iniciar com Lógica de Programação

Erros de Iniciar com Lógica de Programação

2018, Mar 29    

Se você está em algum curso técnico ou mesmo é faculdade de alguma área da tecnologia, é comum você se deparar com a matéria de lógica de programação, no post de hoje irei comentar um pouco sobre o erro de iniciar na lógica de programação.

Normalmente quando se deseja iniciar em programação as pessoas recorrem rapidamente a lógica de programação para começar a desenvolver o que são chamados de algoritmos (ou pseudo-códigos) para prosseguir a uma linguagem e programação. Geralmente usa-se VisualG ou então programa onde a pessoa arrasta blocos pela tela a fim de formar um fluxograma. Isso não está errado mas limita bastante a compreensão do estudante pois isso só serve para programação estruturada onde o algoritmo segue uma linha reta de funcionamento.

Para criança tudo bem de usar programas de arrastar blocos pois possivelmente elas não irão atuar nessa área, mas para adultos este processo pode causar problemas até na forma de pensar durante a programação.

Caso você esteja na faculdade, com certeza as linguagens aplicadas serão semelhantes a C como é o caso do Java. essas linguagens são nativamente orientada a objeto e a forma de se programar fazendo fluxogramas utiliza outro paradigma causando assim uma incompatibilidade na forma da pessoa desenvolver um algoritmo corretamente, descartando assim o principal ponto dessas linguagens que é a orientação a objetos.

De acordo com algumas pessoas iniciar com lógica de programação na idade adulta é o mesmo que aprender a andar de bicicleta com rodinhas laterais pois isso não irá dar profundo entendimento sobre o assunto em questão. Ao meu ver a pessoa já deveria iniciar na programação direto com linguagem de programação pois lógica só causa demora, não pode ser usado na prática e não é em inglês.

O aluno iniciando programação em língua portuguesa como é o caso do visualG, isso vai deixar mal acostumado e quando ele pegar um código real ele verá que é completamente diferente daquilo que ele estava acostumado.

Na programação nada melhor do que cometer diversos erros, pois como diz o ditado popular: “é errando que se aprende”.

Se gostou ou achou que poderíamos melhorar em algo deixe o seu comentário e não se esqueça de curtir nossa pagina no facebook

-->